quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Trechos do Livro ( Vila da Paz ).

... Uma vez teve uma invasão de um terreno que era conhecido como Lixão e nós também pegamos terrenos para construir, alias nós apesar de pouca idade era os mais entusiasmados com a invasão e por isso tivemos direito a pedaço de terra também.
Para construir nosso barraco íamos até a obra dos predinhos do Livieiro e roubávamos sarrafos e caibros, alem do mais carregávamos areia pro pessoal que estavam construindo suas casas e pedíamos os maderites velhos.
Com caibros, maderith e alguns sarrafos era só aguardar a liberação da planta que o Cometa insistia em fazer. Ele desenhou um barraco com porta e janela na frente, porta e janela nos fundos área de serviço, sala, cozinha e banheiro; nesta planta ele anotou até onde ia cada prego e ate por onde ia sair os canos de água.
No inicio da invasão foi construído apenas 15 barracos, pois a maioria do pessoal ficou com medo da prefeitura mandar derrubar e eles perder alem de tempo os materiais.
Como os barracos ficavam em um terreno esburacado que ligava o Pq Bristol a o bairro de Vila Livieiro, e onde ao fundo passava o córrego no inicio demos o nome de Favela da Beira Mar, mas conforme foi crescendo o nome acabou sendo Favela da Vila da Paz, onde até hoje permanece com casas de alvenaria e onde mora uma centena de família nordestina. Hoje a Vila da Paz tem vários times de futebol e também um grande numero de barzinhos que lotam todos finais de semana por causa do forró ao vivo.
A Rua foi asfaltada e recebeu o nome de Rua Giacomo Gozarelli
...


Livro: Vila da Paz (Basedo em fatos reais)

Autor: Maciel Mota de Almeida

Um comentário:

Rosana disse...

Olá, estou desenvolvendo uma pesquisa sobre a Vila da Paz, gostaria de saber como faço para comprar um livro desse, ter acesso ao autor e/ou a algum representante da comunidade!

aguardo contato no meu e-mail se possivel

rosana.nanalaura@gmail.com

Desde já grata.